jusbrasil.com.br
23 de Maio de 2022

Banco do Brasil fecha agências e cria plano de aposentadoria

COAD
Publicado por COAD
há 6 anos

O Banco do Brasil anunciou ontem uma reestruturação administrativa, com fechamento de agências e um plano de aposentadoria antecipada, num esforço para alinhar a sua lucratividade à dos bancos privados e para fortalecer a sua estrutura de capital para cumprir as regras de Basileia 3 sem precisar de aportes de capital do Tesouro Nacional.

Segundo fato relevante ao mercado, 379 agências serão transformadas em postos de atendimento (PAs) e outras 402 serão desativadas, num universo de 5.430 agências do banco federal, além de serem extintas 31 superintendências regionais.

Uma fonte explicou que serão fechadas agências que são muito próximas entre si, algo que é comum em São Paulo e Santa Catarina, onde o BB comprou a Nossa Caixa e o Banco do Estado de Santa Catarina (Besc). Em outubro, o banco já havia fechado 51 agências. Nenhum município em que o BB está presente deixará de ser atendido com a reestruturação.

O BB também aprovou a abertura de um Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada (PEAI) com foco em um universo de 18 mil funcionários que já são beneficiários do INSS ou que já cumprem os requisitos para aposentadorias do sistema público ou da Previ. Na reestruturação, serão fechados cerca de 9 mil cargos. Como incentivo, o banco oferecerá 12 salários mais uma indenização.

O Banco do Brasil estima em R$ 750 milhões a economia anual com as mudanças, sem considerar pessoal. Desse total, R$ 450 milhões seriam economizados com a nova estrutura organizacional e R$ 300 milhões com a redução de gastos com transportes de valores, segurança, locação, entre outros. As medidas não alteram o “guidance” do BB para os seus resultados de 2016.

A reestruturação faz parte do plano do presidente da instituição, Paulo Caffarelli, de fazer com que os resultados do banco federal voltem a se aproximar dos seus concorrentes do setor privado. O lucro do BB caiu a partir de 2012, quando a então presidente Dilma Rousseff determinou que o banco cortasse os juros para estimular a competição no setor bancário.

A queda nos lucros e a forte expansão da carteira de crédito do banco levou à erosão da estrutura de capital do BB, que passou a receber aportes de capital do Tesouro para cumprir os índices mínimos determinados pela legislação prudencial. Agora, o banco procura gerar recursos próprios para cumprir as regras de Basileia 3 e para sistema bancário.

O fato relevante também diz que o BB está fazendo a revisão e o redimensionamento de sua estrutura organizacional em todos os níveis hierárquicos, na direção geral, superintendências e nas agências bancárias. Essas medidas, informou, serão implementadas ao longo de 2017.

FONTE: Valor Econômico

8 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

kkkkkkkkkkkkkk os lucros não são iguais aos da iniciativa privada porque o Banco do Brasil, há anos e anos, é saqueado sem dó nem piedade !!! Leiam em quantas maracutaias já esteve envolvido e quanta grana já foi surrupiada. Uma enormidade. Cruz-credo. Só um lado, como sempre, é responsabilizado e vai pagar toda a conta. É dose esse mimimi. continuar lendo

Tem completa razão Teresinha, enquanto for público os roubados somos todos nós.
Os próprios funcionários tiveram sua previdência saqueada. continuar lendo

Para continuar sendo patrimônio público e espoliado pelos políticos, melhor vender logo e usar o dinheiro para fins melhores como saúde e educação. Até porque não é função do Estado ser banco; já esta demonstrado que a corrupção é inevitável pois é muito dinheiro ao alcance de políticos.
Até os funcionários do Banco do Brasil são roubados:

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/09/1812290-fraude-em-fundos-de-pensao-ja-e-paga-por-servidores.shtml

No caso do Banespa havia o Baneser, um cabide de emprego só para os cabos eleitorais de quem ganhasse a eleição, nenhum dos indicados ao Baneser jamais trabalhou de verdade para o bem do banco; vendido para o Santander, se houver roubalheira, azar dos espanhóis e não da população paulista. continuar lendo

Norberto, concordo em parte contigo. O Banco é explorado de várias formas. Não concordo com a privatização. Não porque um Banco não deva ser vendido, mas porque fazem o saneamento e depois o Governante de Plantão o oferece por 3 moedas como fizeram com a Vale do Rio Doce, estão prestes a fazer com a Petrobrás e de quebra ainda vão junto o Pre Sal, o Nióbio e outras coisinhas mais.
Vejam esse vídeo: QUAIS SÃO AS REAIS INTENÇÕES POR DETRÁS DAS PRIVATIZAÇÕES.
"https://www.youtube.com/watch?v=vO8vPa_H71g" continuar lendo

Sr. Antonio Vitorino de Souza
No caso da venda do Banespa estavam esperando cerca de 3 bilhões e o Santander para não perder a compra fechou por 7 bilhões, cerca de 3 bilhões a mais do que a segunda proposta. Portanto é uma questão de por um preço mínimo condigno com a condição da empresa e de resto fica por conta do mercado.
A Petrobras geraria muito mais riqueza para o Brasil privatizada, porque teria uma gestão decente e um lucro estúpido, por consequência pagando uma enorme carga de impostos que se bem usados seriam mais benéficos à população do que esta empresa quebrada pelo Partido dos Trabalhadores.
O dinheiro do Petrus, fundo de pensão foi aplicado na Venezuela e em Cuba como se fosse receber algum rendimento lá. São as aposentadorias de milhares de trabalhadores que não teriam sido roubados se fosse uma empresa privada, ou você acha que em nome de um nacionalismo podre se pode roubar esta gente. Será que o senhor acredita que o dinheiro da aposentadoria que eles não vão receber está correto? Eles puseram dinheiro do bolso para garantir um valor na aposentadoria e agora vão receber muito menos.
Petroleiros ainda assim terão uma renda desfalcada mas razoável, e o carteiros, a maioria trabalhadores de baixa renda, teriam uma aposentadoria em torno de 3 ou 4 mil reais e agora a expectativa é perto de mil reais, em nome de que soberania foi aplicado o dinheiro deles na Venezuela? O senhor também acha isso correto?

https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=3&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwihtu7BqrvQAhXJl5AKHY73DpwQFgguMAI&url=http%3A%2F%2Fwww1.folha.uol.com.br%2Fmercado%2F2016%2F01%2F1733885-membros-de-fundo-da-petrobras-terao-de-cobrir-rombo-na-estatal.shtml&usg=AFQjCNE3dF9fTfAmhuQpefNwzvEvr3EYHg&sig2=eDDryx7z9n3UHlai4eawkw

Quanto ao pre sal ele sempre será brasileiro, não é uma questão de soberania, é uma questão de geografia, pois está dentro dos limites das 200 milhas náuticas que acompanham a costa brasileira, se tivesse sido entregue para ser explorado pelos noruegueses ou árabes sauditas estaríamos recebendo uma fortuna em impostos. Ao invés disso a Petrobras deixou de ser uma das primeiras do mundo para virar um desastre financeiro, perdeu mais de 100 bilhões de reais por má gestão financeira, o que foi roubado é irrisório perto da ideia imbecil de vender mais barato do que o preço de compra, fora os custos operacionais desprezados.
Qualquer dono de boteco sabe que precisa calcular o custo das compras mais despesas correntes para estabelecer o preço ao cliente de forma a ter algum lucro para sustentar a sua família.
Explodir com o dinheiro dos outros é fácil, o problema é que parte deste dinheiro era meu e foi levado embora por essa corja de ladrões de todos os partidos em um esquema de rapinagem montado pelo Partido dos Trabalhadores.

Está mais do que na hora do Estado fazer papel somente de Estado para que os brasileiros não façam mais papel de otários na mão de políticos ladrões.
CEF, BB, Correios, Petrobras... devem ser vendidos sem ficar uma única ação na mão do Estado, para que este não possa se intrometer nestas empresas. De que adianta a Vale ter sido privatizada se por ter parte das ações a imbecil Dilma Rousseff ainda pôde indicar políticos para roubar lá também.

http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/ao-afastar-o-presidente-da-vale-por-ter-feito-tudo-certo-o-governo-federal-inventou-a-demissao-por-excesso-de-competencia/ continuar lendo

Há dias saiu a seguinte reportagem: "Governo Temer prepara desmonte do Banco do Brasil".
A notícia se confirma: Vejam esse vídeo:

"https://www.youtube.com/watch?v=L1mlO3MdLEk" continuar lendo

Explicado porque o serviço do BB está tão ruim assim, dificuldades financeiras, corte de gastos, fora o dinheiro que sai pelo ralo da corrupção, com atendimento tão ruim assim fui cortando serviços e hoje tenho somente conta salário, utilizo cartão, cheque entre outros serviços de um banco particular o qual não vou fazer propaganda aqui mas que tem atendimento incomparavelmente melhor Antes a situação era o contrário, bancos privados esnobando os clientes enquanto BB e CAIXA correndo atrás do cliente, lamentável. continuar lendo